Crescendo como Saumensch

O Resgate do Tigre

terça-feira, junho 30, 2015 Julia Pinheiro 2 Comments


O Resgate do Tigre é o segundo livro da Saga do Tigre escrito pela Colleen Houck e publicado aqui no Brasil em 2012 pela Editora Arqueiro. Como se trata do segundo livro de uma série não recomendo a leitura dessa resenha caso você não tenha lido o primeiro livro, A Maldição do Tigre, que você pode conferir a resenha aqui.


Depois de todas as aventuras que passou na Índia e de sua difícil escolha de voltar para casa, Kelsey ainda não se acostumou com a distância que a separa da sua antiga vida e de Ren, mas está empenhada em conseguir, se ocupando com a faculdade que tanto quis e se acostumando com a nova vida. Mas a continuação da saga já diz que essa distância entre o casal não vai durar muito e que logo seus caminhos vão se encontrar de novo.



O reencontro trás a tona tudo que Kelsey vinha se empenhando para esconder e ela mal tem tempo de se acostumar com tudo isso antes que seus caminhos sejam mais uma vez separados por tramas do destino. Como diz o título do livro, agora além de ter de encarar a busca pelo segundo presente de Durga, Kelsey vai se juntar a Kishan na busca por verdadeiro amor, pela sua escolha.

O caminho não é fácil e além de lidar com a dor da perda, Kells ainda tem que enfrentar diversos desafios físicos e espirituais - dessa vez no Tibete! - levando a caminhos e pensamentos novos e reveladores se tornando uma grande jornada de auto-conhecimento e testes psicológicos.



Já tinha dito na resenha do primeiro livro que achava que esse livro iria acabar sendo clichê, mas acho que errei na palavra, esse livro na verdade é bem previsível, acho que essa palavra se encaixa melhor mas isso não tira nada a emoção do livro! A história é cheia de mitos, de informações culturais, criaturas místicas ( nesse livro ainda mais! ) e o melhor de tudo: se passa na Ásia. 


Sou apaixonada por essas regiões da Ásia desde que me entendo por gente e enquanto lia o livro eu realmente me sentia no Tibete! Isso é muito difícil acontecer comigo, e quando terminei a leitura fiquei com saudade não só da história, mas dos lugares e das sensações. Acho tão maravilhoso quando isso acontece, e isso me surpreendeu muito quanto a esse livro, não só pelas questões já citadas mas também pelo enredo ser muito cheio de romance - algo que geralmente não gosto - mas eu simplesmente não conseguia desgrudar do livro. Foi uma leitura maravilhosa que me prendeu do início ao fim. É um livro onde os personagens tem vida e são palpáveis de tão bem escrito e envolvente que é.


Algo que eu acho que também me incomodava era a personalidade frágil da Kelsey, talvez por estar já tão acostumada com personagens guerreiras, ficava irritada dela sempre precisar de ajuda! Mas depois minha raiva virou torcida - por ela encontrar sua própria força e mostrar sua independência. Talvez fique nervosa por nunca ter sido assim, mas com o livro percebi o quanto isso é comum e difícil e fiquei feliz em perceber sutis mudanças nesse traço da Kells, e acredito que no próximo livro ela amadureça ainda mais do que amadureceu durante esse livro. No final até que estava um pouco orgulhosa dela. Gostei de ter tido essa oportunidade de entende-la ao invés de julga-la como tenho feito só por conta da sua fraqueza - uma reflexão que achei importante trazer pro meu dia-a-dia.


Nesse segundo volume, por Kelsey embarcar na aventura agora com o outro tigre, Kishan, temos melhor oportunidade de conhece-lo, e assim como aconteceu com Kells, de entende-lo melhor. Não gosto muito de seguir as páginas de uma saga antes que eu a tenha terminado por motivos de spoiler mas já percebi que há uma leve discussão entre Ren x Kishan, e óbvio que é difícil por ambos serem perfeitos gentlemans - sendo adicionado ai os quesitos visuais e-e - mas depois desse livro tive uma visão totalmente diferente de Kishan e creio que ele seria minha escolha. Sua dor é muito mais pesada que a de Ren e impossível de se entender completamente o peso que ele carrega nos ombros e ainda assim ele consegue deixar vários momentos do livro muito mais descontraídos com sua atitude espontânea e decidida.


Enfim, cada vez essa saga me envolve mais e de formas que nunca esperaria que pudesse me interessar, então super indico ela para quem esta em segura quanto em dar uma chance ao livro. E para quem roeu as unhas lendo A Maldição do Tigre, se preparem para mini-taquicardias durante essa leitura bem dinâmica e surpreendente, com reflexões bem mais diversas e legais e com momentos divertidos que até me arrancaram boas risadas.


Trechos Favoritos:


"Ah querida, você não pode simplesmente deixar a vida passar enquanto protege um coração partido. É preciso se arriscar e tentar de novo. A vida é curta demais para vivermos sem amor."

"Apesar de ter toda essa atenção, eu me sentia sozinha. Não era o tipo de solidão que se curava ficando na companhia de outras pessoas. Minha alma se sentia solitária."

" Você não limita minhas escolhas. Você é minha escolha."

"Minha intenção era a de uma abraço leve, mas ele me segurou como se eu fosse a única âncora para a humanidade. "

"Você deve aprender a dar um passo para trás e visualizar a peça como um todo. Se focaliza apenas o fio que lhe é dado, perde de vista o que ele pode vir a ser. Não se deixe abater quando o fio não servir ou parecer feio. Espere e observe. Seja paciente e dedicada. À medida que os fios forem se torcendo e virando, vai começar a entender e verá o padrão por fim se materializar em todo o seu esplendor. "

"Formamos uma única família humana. Talvez usemos roupas diferentes, a cor da nossa pele seja diferente ou falemos línguas diversas, mas isso é só na superfície. Todos temos sonhos e procuramos aquilo que nos trará felicidade verdadeira. Para conhecer o mundo, só precisei aprender sobre mim mesmo."

"Ele era um monstro. Só mais um para enfrentar. Mas esse monstro tinha um rosto humano. De alguma forma, isso parecia pior."

"Em tempo algum teve um tranquilo curso o verdadeiro amor."


Adorei escrever a resenha para relembrar algumas reflexões, e principalmente na hora de fotografar porque acho esse livros lindíssimos! Então, espero que tenham gostado da resenha. Alguém ai já leu a saga toda?

You Might Also Like

2 comentários

  1. O Resgate do Tigre é meu preferido da série <3
    Amei as fotos!
    Beijos,
    Bruna (oultimo-livro.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei esse também! To louca pra ler o resto! Obrigada, amo fotografar esses livros, são muito lindos *-*
      Beijos

      Excluir

Flickr Images