Crescendo como Saumensch

Insurgente

sexta-feira, maio 23, 2014 Julia Pinheiro 0 Comments


Insurgente é o segundo livro da série Divergente escrito pela autora Veronica Roth e publicada pela Rocco Jovens Leitores aqui no Brasil em 2013. Como se trata do segundo livro de uma série não recomendo a leitura dessa resenho caso não tenha lido o primeiro livro, Divergente, que você pode ler a resenha aqui.



Em Divergente, depois da grande simulação que tomou conta dos integrantes da Audácia, Tris, Quatro, Caleb e Marcus vão buscar ajuda no complexo da Amizade, onde são recebidos de bom grado, junto com outros refugiados da Abnegação.  E enquanto Tris esta lá ela acaba descobrindo muitos segredos, e o mais importante de todos é que a Abnegação tinha um segredo que queria revelar à Cidade e foi o medo dessa revelação e o desejo de mante-la em segredo que fez com que Jeanine dizimasse quase toda uma facção. E se não bastasse, agora, apenas Marcus tem o conhecimento de tal segredo.



Mas então eles percebem que simplesmente não podem ficar lá por muito tempo, eles sabem que em breve a Erudição vai procura-los, e que a sede da Amizade vai ser o primeiro lugar onde eles vão tentar a sorte. E é isso que acaba acontecendo. E a fuga se torna inevitável.

Porém, no meio da fuga, muitos ficam para trás, diminuindo o número drasticamente para apenas Quatro, Caleb, Tris e Susan, que ao subirem a bordo do trem para ir à algum lugar seguro se deparam com um vagão cheio dos sem-facções, e seu líder é nada mais nada menos do que Edward, que esta disposto a jogar todos pra fora do trem até que Quatro revela seu nome, e para eles aquele nome tem poder: Tobias Eaton, o filho da líder dos sem-facção.

Dedicatória tão linda da Veronica ao marido dela ♥ 
E é graças a Tobias que assim eles são introduzidos ao complexo dos sem-facção e apresentados a Evelyn, sua líder, que os coloca por dentro da situação da cidade: muitos integrantes da Audácia acabaram ficando do lado da Erudição e os outros estão abrigados na sede da Franqueza junto com alguns integrantes da Abnegação. Mais do que isso, Evelyn ainda revela seu próprio plano: quer se aproveitar da confusão para tomar o poder, agora que os sem-facção são a maior população da cidade, eles vão derrubar um regime e transforma-lo numa sociedade igualitária e sem facções, mesmo que para isso tenham que usar a força.


E é ai que o amor de Tris e Tobias é colocado em prova, quando suas opiniões divergem. Enquanto nossa protagonista acha que o mais importante é revelar essa verdade, Quatro fica tão cego com a possibilidade de uma sociedade igualitária e com a confiança da mãe que os conceitos de certo e errado começam a se embaralhar em sua mente. E é ai que Tris tem de escolher entre apoiar Tobias, ao lado dos sem-facção, ou se juntar a Marcus, o homem mais desprezível do mundo, e seguir seus instintos. Ficar do lado de quem ama ou ficar do lado certo. 


Amei Insurgente, que conseguiu, de alguma forma, ser mais intenso que Divergente! Li em algumas horas e com o coração na mão! Houveram muitos conflitos, muita tensão, muita agonia...e pra piorar, o livro termina com um baita de um cliffhanger, então aconselho começar a leitura de Insurgente apenas quando já tiver comprado Convergente porque se não você vai surtar mais ainda e-e. Mas enfim, não vou falar muito sobre o que eu achei do livro, porque a resenha acabou ficando enorme e eu já falei o quanto eu amo essa série da resenha de Divergente, então só vou falar de novo que eu AMEI o livro e que seu impacto na minha vida tem sido enorme!


Trechos favoritos:

"[...] Voltar-me para longe de mim mesma, projetar-me sempre para fora, esperando que, no que quer que venha depois, eu seja melhor do que sou agora."

"A tristeza não é tão pesada como a culpa, mas rouba mais de nós."

"Acho que choramos para liberar nosso lado animal, sem perder a humanidade. "

"Cansado não apenas de viver, mas de existir. Cansado de ser quem era."

"Fiz coisas ruins, não posso desfaze-las, e elas se tornam parte de quem sou. Na maior parte do tempo, parecem ser a única coisa que sou."

"Deixe que a culpa lhe ensine como agir da próxima vez."

Eu amei esse trecho também, mas pra não ficar repetitivo decidi deixar ele apenas em foto mesmo hihi

Extra: Existe uma versão de Insurgente chamada Insurgente Collector's Edition , que é capa dura, com a asinatura da Veronica em baixo relevo na capa, onde vem com vários bônus, e um deles é o Free Four, que é nada mais nada menos do que a cena das facas ( que acontece no primeiro livro ) narradas pelo ponto de vista do Tobias, e é tão lindo, mas tão lindo, que eu não podia deixar de compartilhar aqui, pois como essa versão só tem em inglês, você tem que procurar bastante para achar esse capítulo na internet, mas eu consegui! E em português ainda por cima! Então deixo aqui como um agrado para vocês o link onde vocês podem ler esse capítulo extra >> clica <<

You Might Also Like

0 comentários

Flickr Images